Com vida social agitada, este Ford Ka é um tuning a toda prova. Após dois anos sendo modificado pelo dono, o carro reserva poucas lembranças do estilo original de fábrica

Quem disse que o tuning está morto? Embora possa ter caído de moda na última década, a modalidade ainda mostra fôlego através de fãs que não desistirão tão facilmente de seus body kits, pinturas especiais e interiores chamativos.Um dos focos principais desta prática na cidade de São Paulo é a Comunidade Tuning, um grupo gerido por seus próprios membros, em geral donos de carros tunados que se encontram às terças-feiras no Sambódromo do Anhembi, a partir das 19 horas. Vale a visita para quem ficar curioso. Quem fala sobre a comunidade é seu organizador e também o dono deste Ka, Rogério Berti, de 42 anos. “A Comunidade Tuning é um clube de amigos e de carros tunados, sejam no estilo dub, com motor preparado, suspensões trabalhadas, rodas diferentes ou qualquer outro chamativo. Os próprios membros a mantêm. Quem quiser chegar para conhecer será bem-vindo”. Com uma responsabilidade dessas nas mãos, é bom que o carro de Rogério seja um belo exemplo a seguir, não é mesmo?

Nem parece!

Para ter o visual exterior modificado quase ao ponto da perda de identidade, o Ka recebeu pintura especial nas cores laranja, na carroceria, e branco-pérola, no capô e no teto. Os faróis foram importados e encaixados no lugar dos originais, e as lanternas traseiras também, estas da marca Altezza. O body kit, trazido do exterior, é completo, com para-choques na frente e atrás e saias laterais. Já a grade vista na dianteira foi feita sob medida por Rogério e sua equipe para este veículo. Para completar, não poderiam faltar as rodas BRW, de 17”, envelopadas de branco. O visual externo é apenas o cartão de visitas para o que vem a seguir, no interior. Relógios tuning com funções como marcador de bateria, conta-giros e outros estampam a paisagem da cabine, evocando os tempos mais áureos do tuning. O volante é um Ervous. Para os dias de sol, o teto solar dá conta de refrescar os pensamentos. Dando um brilho extra aos visuais, a suspensão a ar, uma das especialidades da casa, chama atenção por onde passa.

Rogério faz questão de explicar que uma de suas principais preocupações foi com a regularização da documentação do carro, uma vitória conquistada com esforço, mas que realmente vale a pena. Nada como a tranquilidade de rodar por onde quiser sem se preocupar com batidas policiais!

Apelo auditivo

Contudo, nem só de estética pode viver um carro. Um sistema de som de qualidade foi devidamente instalado, também pelo dono e por sua equipe. Todos os componentes são da marca Corzus, diferindo apenas no kit duas vias nas portas, da Pioneer. Os dois subs, de 12”, estão no porta-malas, em caixas seladas, com os dois amplificadores, estéreo e mono, no mesmo compartimento. O DVD player instalado é o modelo AVH-P3350BT, da Pioneer.

O dono garante que seu Ka é sempre atração nos encontros tuning. Embora garanta que ainda haja mudanças a fazer, o que vemos hoje é o resultado de mais de dois anos de dedicação e amor à modalidade. Fãs de visuais modificados, não se intimidem! Sigam o exemplo de Rogério e deem asas às suas imaginações. O resultado pode ser de cair o queixo!

Leia mais:

Corsa rebaixado garante festa a qualquer momento com som e visual extremos.

Receita de Hyundai i30 é prova de que este empresário já entende muito sobre som e personalização. 

Quem fez:

Ramal Auto Mecânica Escapamentos e Suspensões. Tel. (11) 2208-7031

Ford Ka 1999

Som

DVD player Pioneer AVH-P3350BT

Dois subwoofers Corzus 12”

Amplificador Corzus HF 604 4 canais

Amplificador Corzus HT 1200 mono

Kits duas vias Pioneer

Tela de 18” (porta-malas)

 

Exterior

Pintura em laranja e branco-pérola

Body kit importado

Rodas BRW 17” envelopadas

Farois tuning

Lanternas Altezza (traseira)

Grade customizada

Teto solar

Interior

Painel customizado (relógios e decoração)

Volante Ervous

Suspensão a ar

* Texto publicado na edição 164

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA