Texto: Vitor Giglio Fotos: Ricardo Kruppa

Empresário paulistano aficionado por rebaixamentos extremos submete Volkswagen Polo à suas vontades

Vinícius de Souza Losano é um daqueles aficionados por customização que pode creditar essa paixão à sua infância. No caso dele, mais precisamente à época em que acompanhava o pai em encontros de carros antigos.

No entanto, o que realmente mais lhe chamava a atenção, desde garoto, eram os carros rebaixados. E como parte de um processo para lá de natural, Vinícius passou a rebaixar todos os veículos que possui em sua fase adulta.

Hoje, empresário, aos 24 anos, Vinícius acaba de concluir mais uma de suas customizações. A “vítima” é um Volkswagen Polo 1999 que adquiriu de seu tio, uma pessoa mais conservadora, por assim dizer.

“Meu tio é bastante cuidadoso. Quando peguei o carro ele tinha poucos quilômetros rodados para um carro com tantos anos. Além disso, seu estado é impecável, até mesmo os bancos estavam praticamente sem uso, porque meu tio usava uma capa sobre eles durante todo esse tempo. O banco em seu estofado original fui eu quem estreou”, lembra.

Sem choro nem vela

Bastou o veículo se tornar propriedade de Vinícius para que o Polo mudasse completamente de ares. Como era de se imaginar, o veículo foi colado ao solo. Obra de Rafael Basso e da HChadus Suspensões. “Rebaixamos o veículo no amortecedor. Uma suspensão fixa que o deixou cerca de 15 centímetros mais próximo do chão”, conta Rafael.

As rodas são Noova, modelo NV23, de 17”, réplicas do Porsche Cup. Nelas, o emblema original foi substituídos por bandeiras da Alemanha. A medida adotada foi uma maneira de homenagear a montadora alemã, muito querida por Vinícius. Ao mesmo tempo, detalhes como este aproximam esta customização do estilo Euro Look.

Interior

No lado de dentro algumas significantes alterações foram realizadas. O volante original foi extraído para dar lugar a um modelo Porsche de 1985. Coifas do freio de mão e do câmbio, bem como o assoalho do porta-malas, foram revestidas com o mesmo tecido que é original nos bancos.

Para finalizar, um sistema de áudio básico foi instalado. “Para ouvir black music, rap e eletrônico nos encontros de terça-feira no Anhembi que eu frequento”, lembra Vinícius.

Quem comanda a sonzeira é um DVD retrátil Pioneer, série comemorativa Ayrton Senna. A reprodução no interior é função de um kit duas vias Bravox, linha D.

No bagageiro encontram-se dois subwoofers Audiophonic de 400WRMS e 12”montados em caixa dutada e dois amplificadores: um mono Taramp`s e um estéreo Hurricane, de quatro canais.

“Quando comprei o carro vários amigos pediram para eu não destruir ele. E eu não o destruí, apenas o deixei do jeito que eu curto”, finaliza Vinícius.

 

Related Post

DEIXE UMA RESPOSTA