Picape Silverado recebe customização inspirada em caminhões: sonho de funileiro paulista é finalmente realizado

Lá no interior de São Paulo, mais especificamente em Sorocaba, surge uma das histórias mais inusitadas contadas aqui nas páginas de Car Stereo.

O protagonista dela é Vando Almeida, proprietário, há 10 anos, da oficina de funilaria Car Customing. Além de consertar e reparar lata, fibra e chapa de aço, Vando é um entusiasta de veículos antigos e também se arrisca em customizações, de preferência, em carros dele próprio.

“Sempre há muitos carros parados aqui na oficina, mas confesso que a maior parte do tempo eu gosto de trabalhar nos meus”, brinca.

Acontece que, mesmo já tendo realizado inúmeros projetos ao longo dos anos, Vando andava insatisfeito. Isso porque o seu grande sonho não parecia estar perto de ser realizado.

“Eu sempre quis ter uma Silverado para alongá-la e transformá-la numa espécie de caminhão, mas quem disse que eu encontrava a Silverado que queria? Todos os modelos que eu via eram caros demais, não dava”, explica.

Quase que desistindo do seu sonho, Vando adquiriu uma Dodge Dakota e, momentaneamente, se contentou com esse plano B.

“Eu queria colocar rodas de caminhão nela, de 22”, mas ela não comportava, então já tinha até encomendado rodas de 16”, quando fiquei sabendo que, na capital paulista, foi colocada uma Silverado à venda, dentro do que eu procurava. Fui para São Paulo e consegui negociar a troca das picapes. Deixei lá a Dakota e voltei pra casa, finalmente, com o carro dos meus sonhos”, conta.

Direto pra faca

Agora realizado por finalmente poder dar início ao projeto de sua vida, Vando não hesitou em submeter a Silverado ao “facão”.

Ele cortou a cabine e a alongou em 60 centímetros. A mesma medida foi estendida na carroceria, fazendo com que a Silverado ficasse 1,20m mais comprida em relação à sua versão original.

As rodas de caminhão, de 22,5”, vieram em seguida. “Tivemos que usinar as rodas para retirar essa meia polegada, então agora eu uso seis rodas de 22 polegadas”, afirma Vando.

As seis rodas às quais se refere são explicadas pelo fato de que, na traseira, ele utiliza as chamadas “dual truck”, que são duas rodas em cada eixo traseiro, exatamente como nos caminhões.

Para adornar as rodas de fora, Vando importou lanças, num estilo de customização bastante visto em caminhões, especialmente nos Estados Unidos, como ele mesmo conta.

 

Socada

Por incrível que pareça, não bastasse o corpo alongado e as rodas de caminhão com lanças, Vando fez questão de colar a picape no chão, literalmente.

Para isso, teve de fazer uma série de modificações no chassi. Estas modificações permitiram que uma suspensão a ar rebaixasse o veículo até o solo.

Na parte estrutural a última modificação fica por conta da tração traseira four link. O restante do conjunto mecânico – motor e câmbio – permanece original.

 

Detalhes

Scoop no capô, para-lama alargado em 10 centímetros e lâmpadas no interior, no teto, são outras modificações que a Silverado recebeu.

Entretanto, o projeto ainda não está 100% concluído. “A pintura dela está do mesmo jeito de quando a comprei. Logo eu vou pintá-la de vermelho sangue. Aí então poderei afirmar que ela está pronta, do jeito que eu queria”, afirma Vando.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA