Conceito da Peugeot no Salão de SP, Fractal reúne sistema de som encorpado com experiência sensorial e peças 3D

Texto: Bruno Bocchini

Desenvolver um conceito automotivo é sempre motivo de insônia para profissionais do departamento de engenharia e design das montadoras. Por outro lado, com o avanço tecnológico e as pesquisas que indicam as preferências dos consumidores mais antenados à internet, a saída é (quase) sempre uma tradução livre: emocionar e interagir. Futurista até demais, o grande destaque da Peugeot no estande do Salão do Automóvel de São Paulo mostra um desenho que pretende ser referência para um novo cupê urbano elétrico.

Chamado de Fractal, o automóvel já havia surgido no Salão de Frankfurt, na Alemanha. Mas agora a marca decidiu revelar o projeto, um cupê de quatro lugares com teto retrátil e interior futurista, para o público brasileiro.

As influências no design são retiradas do Peugeot Vision GT, carro criado para o jogo GranTurismo 6. Na realidade, o interior foi o foco principal da equipe, e nele há um sistema de entretenimento acoplado ao estiloso console central.

fractal_sp

Com apenas 3,81 metros de comprimento e 1,77 metro de largura, o novo conceito traz todos os benefícios de um conversível. Além disso, ele adota motorização constituída por dois motores elétricos de 102 cavalos de potência, montados em cada eixo e trabalhando em conjunto com uma bateria de 30 kWh. Esta configuração permite que o carro faça de 0 a 100 km/h em 6,8 segundos.

O carro também possui um console central com tela touch de 7,7 polegadas, sistema de som com experiência sensorial da marca Focal e peças 3D impressas que representam mais de 80% da superfície interior – processo explorado para criar formas que não podem ser obtidas sem o recurso 3D, segundo a marca.

15053263_1261070233934744_507805011_o

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here