Cê é louco!

1421

Modelo que utiliza base do GT V8 5.0 foi desenvolvido por Bill Neale, consagrado projetista da Terlingua Racing Team

Texto: Bruno Bocchini
Fotos: Divulgação/Terlingua Racing Team

O modelo Mustang GT já é contemplado por boa parte dos entusiastas ao redor do mundo, mas uma versão apimentada por ninguém menos do que Bill Neale, fundador e projetista da Terlingua Racing Team, – tradicional equipe de competições que venceu o campeonato de 1967 da Trans Am a bordo de um Mustang modificado – não é para qualquer garagem.

Com base no modelo GT V8 5.0, o novo Mustang foi desenvolvido com um supercharger Whipple, novo conjunto de escape Borla e um pacote de refrigeração mais eficiente. Como resultado a versão (com nome de Terlingua) chegou aos 760 cavalos – um ganho de mais de 315 cavalos sobre o GT original.

Diante das modificações, o esportivo também soma freios Brembo de seis pistões na frente e quatro atrás, rodas Weld Racing de aro 20, nova suspensão de competição Eibach com barra estabilizadora, coil-overs e nova relação de marchas. Para alívio de peso também foram projetados componentes de fibra de carbono (capô, tomadas de ar, difusores, spoiler e painel das lanternas).

Além do kit Terlingua, o proprietário do Mustang especial pode ainda aprimorar os sistemas de refrigeração do motor, freios e optar pelo interior com bancos Sparco, gaiola de proteção e outra transmissão específica para uso em pista. As modificações gerais do kit custam US$ 65.999 e a série será limitada a 50 carros produzidos.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA