SUV da Jeep ganha customização de fábrica para inaugurar Custom Shop da marca Mopar; kit Áudio Booster com subwoofer de 6 pol é destaque

Texto: Bruno Bocchini 

Fotos: FCA/Divulgação

A Mopar, divisão de acessórios e performance do Grupo FCA, acaba de trazer ao mercado nacional nova iniciativa para customização de veículos originais da marca. A proposta é oferecer na primeira fase quatro opções de kits de personalização para o modelo Renegade, sendo que dois já estão disponíveis e têm preço. Os outros, ainda sem valores definidos, começam a ser oferecidos a partir de janeiro de 2016.

Diante das opções, um dos destaques é o kit Áudio Booster – que oferece um sistema de áudio mais “apimentado” do que o convencional: central multimídia com tela de toque com 6,2”, HD de armazenamento interno de 4GB, conectividade via Bluetooth e USB, reprodutor de TV digital e DVD e câmera de ré. Para empolgar ainda mais o consumidor que não “abre mão” de bons graves, além da central eletrônica, o kit disponibiliza um subwoofer de 6” no porta-malas, montado em caixa selada de alumínio. O preço para esse upgrade é de R$ 4.605,15 para todas as versões do Renegade.

Car Stereo teve contato com o kit de áudio instalado em uma versão do Renegade apresentada para a imprensa na última quinta-feira, 3, em São Paulo. O subwoofer adotado pela Mopar diante da personalização é um Hurricane de 6 polegadas que pesa 5 kg – a instalação não ocupa muito espaço do porta-malas (mas poderia ter sido aplicada debaixo de um dos bancos do modelo) e também não oferece protetor para o aparelho. A marca não optou por aplicar uma proteção que envolva a peça e, sendo assim, utilizar o porta-malas com certa frequência poderá “descascar” o acabamento do sub. Por outro lado, a presença do equipamento confere melhor sonoridade à cabine (por meio da central é possível ajustar os comandos básicos de reforço de graves e canais de pré-volume). O sistema de som é afinado para a proposta. Os alto-falantes frontais compensam os graves com os falantes das portas e a sonorização não incomoda os passageiros. Não é uma engenharia de som premium, mas o pacote é bem acertado.

A central multimídia que acompanha o kit mantém fácil manuseio. Com tela sensível ao toque é possível gravar estações de rádio preferidas, consultar mapas e criar rotas de navegação, além de conectar o smartphone. As conexões de aparelhos remotos sempre funcionam com mais rapidez e eficiência via cabo USB, mas mesmo com a conexão Bluetooth a resposta é eficaz para o Renegade.

Outros “mimos” para “jipeiros”

Além do Áudio Booster (que já é possível ser encomendado), a Mopar investe em outras três opções para personalização. O kit Protection – que também já está disponível para aquisição – inclui protetor inferior para o tanque de combustível, protetor de cárter e para-barro. Ele mantém preço de R$ 1.200 para as versões com motor 1.8 flex e R$ 1.920 para os modelos equipados com mecânica 2.0 turbodiesel. “Como a Custom Shop Mopar atua durante a fabricação do carro, a instalação dos acessórios tem menos etapas e acaba saindo de 8% a 30% mais em conta para o consumidor”, afirma o presidente da Mopar para a América Latina, Norberto Klein.

Se o consumidor quiser detalhes estéticos diferenciados da “roupagem” que o Renegade exibe atualmente, há o kit Chrome: ele adiciona capas cromadas nos espelhos externos e nas maçanetas e protetor de soleira nas portas, mas só estará disponível em janeiro e não tem preço definido.

Para os “aventureiros de plantão”, a Mopar pensou no kit Landscape – que adiciona rack de teto com barras transversais, estribos laterais e engate traseiro funcional para reboque, sendo que a haste é removível para evitar transtornos quando não estiver em uso. “O kit Landscape foi pensado para quem precisa de mais capacidade de carga no Renegade. As barras transversais servem de suportes para bagageiros de teto ou bicicletas e os estribos foram pensados para facilitar o acesso ao teto”, afirma Klein.

Os kits adquiridos pelo programa da empresa constarão na nota fiscal de fábrica como acessório e terão três anos de garantia. Porém, a grande vantagem é a confiabilidade da instalação, conforme aponta o executivo. “Os acessórios instalados na fábrica passaram pelos mesmos rigorosos testes dos demais equipamentos do carro, incluindo os de interferência eletromagnética no caso do Áudio Booster”, diz Klein.

Os consumidores interessados em adquirir os acessórios de fábrica deverão comprar o Renegade zero quilômetro para manter a garantia de três anos. Caso o cliente prefira realizar o procedimento após já ter o veículo, na concessionária, o tempo de garantia é de um ano, já que é levado em conta o acessório.

Shopping com vocação norte-americana

A Mopar montou uma unidade especial de atuação para receber o Custom Shop Mopar na fábrica pernambucana do grupo. A área de 3.000 m² emprega 20 funcionários que farão apenas o trabalho de instalação dos kits de acessórios do Renegade. As Custom Shop são encarregadas de colocar os conjuntos de acessórios ainda na linha de montagem das fábricas da FCA. O cliente faz um pedido de um carro com um conjunto de kits ou acessórios específicos por meio da concessionária e ele é processado pela Mopar, que fará a instalação antes mesmo de o carro ficar pronto.

Com capacidade para criar ao menos 1.320 veículos customizados por mês, considerando a capacidade de 30 carros por turno de 8h, dois turnos por dia e 22 dias úteis no mês, as operações da Custom Shop estão em fase inicial. “É claro que esse é um começo e estamos apostando na customização para o Renegade. Mas temos total capacidade para atender outros veículos que sairão de Goiana (PE). É um processo que já está sendo pensado”, garante Klein.

Na América do Norte a Mopar mantém nove unidades de Custom Shop com capacidade de produzir 18 mil veículos personalizados com peças da empresa por mês, sejam eles Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge, RAM ou até mesmo Alfa Romeo.

Veja Também

Compartilhar
Artigo anteriorStar Dodge Wars
Próximo artigoCê é louco!

DEIXE UMA RESPOSTA