Marca exibe os três carros no estande; Kwid irá concorrer com Volkswagen Up e Fiat Mobi

Texto: Bruno Bocchini

A Renault mostra a segunda geração do Koleos, o novo Captur (derivado do Kaptur vendido na Rússia), e o pequeno Kwid. Esses modelos começam a ser vendidos somente em meados de 2017.

Koleos, SUV topo de linha da Renault, virá da Coreia do Sul para ficar bem acima do Duster, o que significa entrar em um segmento novo de utilitários para a marca. O preço deve passar da faixa dos R$ 150 mil.

renault_1

O Captur é um crossover que foi apresentado na Europa em 2013, mas chegará ao Brasil em uma versão diferente, feita sob a mesma plataforma do Duster, que já se desdobrou na picape Oroch. Esta versão mais alongada foi mostrada recentemente na Rússia com o nome Kaptur.

No mercado russo, o modelo pode ter tração nas quatro rodas e possui 4,33 metros de comprimento, 1,81 m de largura, 1,61 m de altura e distância entre-eixos de 2,67 m. O porta-malas tem capacidade para 387 litros.

renault

A Renault não divulgou mais detalhes do modelo nacional do Captur, que entrará na briga com Honda HR-V e Jeep Renegade, entre outros.

Já o Kwid é, na verdade, o substituto do Clio, mas a fabricante quer vender o compacto como um pequeno utilitário esportivo. Ele teve a produção confirmada no Brasil em maio deste ano. O compacto terá motor 1.0 de 3 cilindros, com uma opção de 75 cv, mas aposta na leveza para apresentar desempenho e concorrer com Volkswagen Up e Fiat Mobi.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA