QUERIDINHO NACIONAL

Foto: Por urbanbuzz / Imagem ilustrativa: Shutterstock.com)

Confira 3 dicas de leitura sobre a história do fusca

No próximo dia 20 de janeiro, é comemorado o Dia Nacional de um dos carros mais queridos pelos apaixonados por veículos automotivos no Brasil, o Fusca. E, para comemorar essa data tão especial, confira três dicas de livros da Editora Alaude, que falam sobre a história dessa verdadeira lenda!

Clássicos do Brasil – Fusca

Autor: Paulo Cesar Sandler

Com origens controversas e ainda muito discutidas, o Fusca conquistou milhões de fãs pelo mundo. No Brasil não foi diferente: carro mais popular da indústria automobilística, durante décadas foi quase um membro da família brasileira. O Fusca começou a ser fabricado no país em 1959 e, embora a produção tenha sido interrompida definitivamente em 1996, ele ainda é um dos automóveis mais usados e vendidos no mercado nacional. Neste livro, o leitor conhecerá toda a história do carro – das origens na Alemanha de Hitler até sua chegada e desenvolvimento no Brasil – com a ajuda de centenas de fotos de época.

Fusca – O carro mais popular do mundo

Autor: Richard Copping

Nada mais apropriado que chamar o Fusca de “o carro mais popular do mundo”. Afinal, ele existe há décadas e continua emocionando as pessoas por onde quer que passe. Um dos maiores especialistas em Volkswagen no mundo, Richard Copping, conta a trajetória do Fusca em mais de sessenta anos de história, desde a Segunda Guerra até a retomada da fabricação no Brasil dos anos 1990. Com a ajuda de centenas de imagens coloridas dos mais variados modelos, o autor monta um retrato abrangente e indispensável para todos os fãs do Fusca e do automobilismo em geral.

A verdadeira história do fusca 

Autor: Paul Schilperood

Controversa, complexa e obscura, a história do Fusca está diretamente ligada à recessão que castigava a Alemanha na década de 1930 e à ascensão do nazismo. Apaixonado por automóveis, Hitler via na ideia de criar um carro popular – produzido por operários alemães em uma fábrica alemã – a oportunidade de concretizar seu projeto político. “Oficialmente”, o automóvel do povo foi projetado por Ferdinand Porsche, mas essa paternidade é contestada pelo pesquisador e jornalista holandês Paul Schilperoord, que afirma que o carro mais popular do mundo foi na verdade desenvolvido por um engenheiro judeu chamado Josef Ganz. Em, A verdadeira história do Fusca, Schilperoord apresenta pela primeira vez uma série de documentos e esboços que comprovariam que Hitler se apropriou da invenção de Ganz. “Essa é a história de um crime que nem mesmo Hitchcock conseguiria inventar”, disse Josef Ganz em seu leito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here