MERCEDES B200 E MERCEDES SLK 200 – DUETO AFINADO

Texto: Vitor Giglio Fotos: Renato Will/Divulgação

181

Dupla de Merças B200 e SLK 200 prova que o som, quando de qualidade, toca bem em qualquer configuração, seja conversível, SUV…

 

“Quem quer, arruma um jeito. Quem não quer, arruma uma desculpa!”. O provérbio cai como uma luva quando o assunto é sonorização automotiva.

São diversas as balelas que ouvimos corriqueiramente por aí: “Carro conversível não favorece o som”, “alto-falantes em locais originais não tocam tudo o que podem”, “é preciso ter um subwoofer bem grande para se destacar nos graves”, e por aí vai.

Essas desculpas estão com os dias contados. A realidade é que, para se alcançar um som automotivo cinco estrelas, são necessários apenas três elementos: um usuário que consiga explicar exatamente o que ele espera ouvir, bons equipamentos e também um bom instalador.

Todos os ingredientes dessa receita são encontrados na história que contaremos a partir de agora. Essas duas Mercedes, a B200 modelo 2014, e a SLK 200 modelo 2009 pertencem ao engenheiro civil Odair Garcia, 52 anos, de Limeira, interior de São Paulo.

Odair, fã do bom e velho rock and roll, é apreciador de som automotivo desde sua adolescência, e sempre que pode tenta caprichar nos sistemas de som que instala em seus veículos.

Todos os carros que possuiu nos últimos 15 anos – e com essa dupla de Merças não foi diferente – tiveram algo em comum: eles passaram pelas mãos de Gonçalo Santana, da Rede SQ, também de Limeira, uma das referências em som automotivo da região.

“O Gonçalo já me conhece há tempos e conhece os meus gostos. Eu não preciso participar tão ativamente do projeto para que fique do meu agrado. Ele apenas me apresenta a ideia e eu avalio. Mesmo assim, quase sempre ele me surpreende”, afirma o cliente.

Um SUV impecável

O primeiro protagonista desta reportagem é um SUV B200, modelo 2014, o carro do dia a dia na vida de Odair.

Como é um carro bastante utilizado, a preocupação neste caso era oferecer o máximo possível em qualidade, para que todas as frequências e instrumentos pudessem soar da melhor maneira.

A central multimídia é a original do modelo, e todo o projeto foi baseado na Blam, marca francesa que acaba de chegar ao país, importada exclusivamente pela SQ Imports.

Um dos grandes diferenciais desse projeto é a utilização do processador de áudio Blam RA 704 DSP. “Um dos fatores determinantes no upgrade do sistema foi a instalação desse processador, pois agregou não apenas na questão da qualidade do áudio, como também por sua facilidade de sua utilização”, afirma Gonçalo, referindo-se ao dispositivo cujo manuseio é integralmente feito por intermédio de um aplicativo de celular, de maneira totalmente intuitiva.

Na frente, a reprodução é função de um kit duas vias modelo 165RSQ. No volume traseiro, quem faz a vez é um kit coaxial, modelo 165RC.

Minimalista

O bagageiro foi pensado de maneira funcional. Na parede do fundo foi montada uma caixa dutada para tocar o subwoofer Blam R12 DB, de 12”.

O par de amplificadores fica sob o assoalho. O mono, que trabalha com este sub, é um JL Audio 500.1 e o estéreo é um dispositivo de 720 W RMS. Completa o arsenal um megacapacitor dB Drive.

“Uma das características que podemos destacar é o fato de o sub trabalhar com muita qualidade numa ampla faixa de frequência. É extremamente musical. Alcançamos isso graças à utilização de produtos de qualidade que colaboram para fazer do conjunto, um conjunto mais equilibrado”, afirma Gonçalo.

Quem acompanha a linha de raciocínio é o próprio Odair. “Eu gosto de potência e qualidade. De poder dobrar o volume sem nenhuma distorção e é isso o que esse sistema de áudio me proporciona”, garante.

 

Conversível

A Mercedes SLK 200, modelo 2009, coprotagonista desta reportagem, é o carro dos finais de semana de Odair. O desafio aí era manter volume e qualidade mesmo com o carro rodando aberto.

A única solicitação do proprietário era manter o painel e a central originais – assim como na B200. A solução encontrada por Gonçalo foi a adesão de um kit duas vias Blam, modelo 165-100, da linha Live.

“O mid bass desse kit consegue tocar baixas frequências numa intensidade que, praticamente, dispensa o uso de caixa de sub”, afirma o profissional. Esse kit é composto por crossover, woofer de 6,5” e tweeter de 28 mm com domo de seda e responde de 45 Hz a 25 kHz.

Para os tweeters, foram criados novos acabamentos na coluna e para os woofers foi desenvolvida uma moldura própria, mantendo o desenho original, com acabamento black piano.

Para compensar a utilização da central original, é utilizado o processador Blam RA 704 DSP, o mesmo modelo que na B200, que também funciona como um amplificador de quatro canais de 70 W RMS.

“Mas só isso?”, perguntamos tanto ao Gonçalo quanto ao cliente. A resposta de ambos é: você precisa ouvir, para entender. Depois de uma sessão, com o volume lá no alto, ao som de Charlie Brown Jr, ACDC, Pink Floyd e Guns and Roses, não restarão mais dúvidas.

Quem fez: Rede SQ. Tel. (19) 3451-4411

 

Ficha técnica

Mercedes B200 2014

 

Kit duas vias Blam 165 RSQ

Kit coaxial Blam 165 RC

Subwoofer Blam R12 DB

Processador Blam RA 704 DSP

Amplificador mono JL 500.1

Amplificador estéreo 720 Watts

Megacapacitor dB Drive

Ficha técnica

Mercedes SLK 200 2009

 

Kit duas vias Blam Live 165-100

Processador Blam RA 704 DSP

Related Post

DEIXE UMA RESPOSTA