Com sistema de som completo e sem perder a originalidade, compacto alemão aclamado pelos brasileiros retorna com vocação urbana e graves nas alturas

O Volkswagen Gol coleciona versões especiais, imortalizadas no imaginário dos fãs do compacto alemão. Mas a GTI, sinônimo de esportividade, é o alvo da maioria de customizadores.

Alguns irão dizer que parte do sucesso está no “casamento” com a Audi, renomada por desenvolver projetos mais apimentados, outros vão garantir que o Gol tem características próprias e, sendo assim, conquistou o consumidor brasileiro pelo próprio mérito.

Ricardo Ferraz de Oliveira, 30 anos, proprietário da Bless Sound, de São Paulo, é o responsável pelo projeto e resgate natural do Gol GTI que aliaram detalhes modernos com a essência do passado.

Para ele, toda tecnologia a favor do lado urbano deve ser considerada como atraente. “Cada projeto deve respeitar as necessidades do proprietário do automóvel, mas o primordial é saber quais mecanismos utilizar sem perder o foco.

Com o GTI já existe essa identidade natural, muita gente idolatra esse modelo quadrado e fica mais fácil adaptar as ideias”, reflete.

A primeira versão esportiva do Gol foi a GT de 1984, com motor 1.8 refrigerado a água de 99 cavalos, que evoluiu em 1987 para a GTS.

No ano seguinte, o estande da Volkswagen no Salão do Automóvel de São Paulo apresentou o lendário Gol GTI, primeiro veículo nacional com injeção eletrônica. A injeção Bosch LE-Jetronic era do tipo múltipla, com um bico de alimentação para cada cilindro.

Diversos sensores mensuravam todas as condições do veículo que eram analisados pelo sistema de computadorizado EZ-K para otimizar a mistura ar-combustível de acordo com cada situação de condução e mesmo na partida, eliminando inclusive a necessidade do afogador.

O enredo define a base consolidada do GTI para atender as necessidades de um consumidor que passava a procurar um algo a mais.

“Antes a preparação estava na frente de tudo, o consumidor desse tipo de carro queria desempenho e estilo. Hoje, sobretudo os jovens, querem curtir um som bacana e um projeto moderno. Claro, há ainda um cuidado com a mecânica, é uma soma, mas a tecnologia fala mais alto”, garante Ricardo.

Kauan Yamasaki, 26 anos, estudante de São Bernardo do Campo, é o proprietário do modelo Gol GTI. Ele optou por indicar uma estrutura que acompanhasse o estilo do carro e que não tirasse a originalidade.

“Queria mesmo um porta-malas bonito, usual e um bom grave com qualidade no estéreo. Também havia a preocupação de não furar ou recortar a estrutura para manter o local original do estepe”, explica Kauan.

O acabamento incorporado pela Bless Sound contou com MDF, sendo uma caixa dutada de 42 litros e uma cobertura do estepe para evitar que o pneu ficasse aparente. “Essa adaptação não impediu o fácil acesso ao pneu e ferramentas”, lembra Ricardo.

A instalação dos falantes dianteiros e traseiros foi aplicada nos locais originais do Gol, sendo que o dianteiro originalmente de 4” foi substituído por um de 5” com um bafle em MDF.

A forração escolhida resultou em um carpete cinza próximo do original. “Para não existir tanta diferença reformamos e revestimos o tampão e deixamos as laterais originais no mesmo tecido.

Realizamos também detalhes com o mesmo tecido nos bancos originais famosos da Recaro linha laguna vermelho”, define Ricardo.

A estética do modelo garante vocação urbana. Rebaixado e com rodas aro 17 BRW, o GTI transmite a sensação de nostalgia: o visual esportivo segue o “irmão” GTS, com faróis auxiliares na dianteira, aerofólio, largos frisos nas laterais e para-choques robustos, além das lanternas traseiras fumê.

O carro ainda exibe molduras pretas nas colunas A e B, onde há o tradicional emblema GTI, replicado também na tampa do porta-malas.

No interior, o Gol conta com originalidade que passa pelo painel, volante, alavanca de câmbio e bancos Recaro Sport originais da linha GTI. O sistema de som escolhido é comandado por uma unidade Pioneer DEH P6850ub e garante resultado com um subwoofer de 12” Pioneer modelo ts-w310d4, um módulo Stetsom modelo V650.1es2 mono e outro vs250.2 estéreo, além de um kit de falantes – um par de 5” Selenium modelo 5tr6a e outro 4×6 Bravox modelo B3x46.

“O som ficou bem ao gosto do cliente. Mesmo com equipamentos em uma faixa de preço baixa conseguimos atingir a qualidade e potência desejada com graves definidos e aparência limpa e bonita.

Vale reforçar que utilizamos cabos Technoise tanto RCA como cabos de energia e disjuntor da mesma marca”, conclui Ricardo Ferraz.

Para completar a diversão e satisfação de Kauan, companheiro do Gol, o projeto foi consagrado com a instalação de uma suspensão fixa.

“O projeto me agradou muito e, apesar de rebaixado, o Gol não perdeu originalidade. Era bem o que pensei. Agora é só curtir o GTI”, comemora.

 

Quem fez:

Bless Sound. Tel. (11) 2389-8638

Som

Pioneer DEH P6850ub

1 sub 12” Pioneer modelo ts-w310d4

1 módulo Stetsom modelo V650.1es2 mono

1par de falantes de 5” Selenium modelo 5tr6a

1 par de falantes 4×6 Bravox modelo B3x46

1 módulo vs250.2 Stetsom estéreo

 

Tuning/estilo

Rodas BRW 17”

Suspensão fixa

Farol amarelo

Interior original

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA