Nada de descanso para este Fiat 147, pelo menos enquanto os campeonatos de qualidade de som estiveram rolando no país

O carrinho foi adquirido e montado, desde o princípio, apenas com a intenção de prestigiar eventos do tipo. Este é um velho sonho realizado pelo dono, o servidor público Roberto Amaral, de 48 anos. Ele conta que um 147 foi seu primeiro carro, adquirindo outro, agora, pela nostalgia. Saudades à parte, a verdade é que o carro foi preparado como um atleta de primeira, pronto para impressionar os jurados na categoria Expert dos campeonatos!

Sem medir esforços

Embora o exterior permaneça original, à cabine foi reservada outra mentalidade, completamente oposta. O instalador, Valter Kitagawa, da Craft Sound, em São Paulo, conta que o dono estava decidido a deixar que sua equipe cortasse, serrasse e parafusasse o carro à vontade, tudo em nome de um som de primeira. O resultado foi um 4º lugar no EMMA retrasado, e um disputado 2º lugar no mais recente. “O ouro na próxima etapa é só uma questão de pequenos ajustes”, garante o dono.

Nas fotos, as colunas da cabine chamam a atenção pelo estilo. Nelas, estão instalados, em bases de MDF, os kits 3 vias da marca DLS. O player escolhido foi um DVD Alpine, que não foi fácil de instalar, garante Valter. “Este carro foi um desafio por causa do espaço, ou da falta dele”, comenta. “Deu bastante trabalho, mas foi também bastante recompensador no final”. A tela da Foston, sob a do DVD, atende a um GPS com câmera de ré, pedido do dono, que achou que o espaço ficaria muito vazio sem nenhum aparelho. O sub de 10” da DLS está instalado na dianteira do veículo, onde antes era a caixa de ar, como visto nas fotos.

O projeto conta com um processador Alpine PXA-H800. Ele está acomodado no porta-malas, e o seu controlador na tampa do compartimento, para fácil acesso. Novamente, vemos como o uso do espaço foi otimizado pela equipe de instalação. São quatro amplificadores no total, ainda no porta-malas, sendo três para a parte estéreo e um para o sub. As peças saltam à vista, todas alocadas no acabamento na cor perfeita do carro.

Para melhor transmissão de sinal, foram empregados cabos RCA Transparent, cabos de alto-falante Canare e cabos de força Shok Industries. A bateria foi trocada por uma Optima. Embora tenha aparência de pura potência aos olhos leigos, o som foi, obviamente, projetado para a qualidade da reprodução musical. Roberto praticamente não tira o Fiat da garagem a não ser quando há uma boa “briga” de sons pela frente! “Estamos de olho na próxima etapa do EMMA, nosso único campeonato em vista no momento”, diz. “Agora, para buscar a medalha de ouro, não vamos investir em equipamento algum, apenas em pequenos ajustes”. E agora, quem poderá fazer páreo ao velho 147?

147_2

Quem fez:

Craft Sound. Tel. (11) 3746-6329.

Fiat 147 1977

Som

DVD player Alpine IVA D800R

Processador Alpine PXA-H800

Controlador  Alpine RUX- C800

3 amplificadores de 2 canais DLS TA2

1 amplificador mono DLS A6

Kit 3 vias DLS Scandinavia

Subwoofer DLS Nordica 10”

Jogo de cabos RCA Transparent

Cabos de alto-falante Canare

Cabos de força Shok Industries

Terminais de bateria Conection

Bateria Optima

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA