O longa metragem “O Espaço Entre Nós”, que estreia no Brasil hoje, mostra o personagem transitando em um Volvo XC90 sem motorista

No filme “O Espaço Entre Nós”, o cientista visionário Nathaniel Shepherd, vivido pelo ator Gary Oldman, é o fundador da companhia aeroespacial privada responsável pela presença de vida humana em Marte. A ficção científica está presente também na Terra, ao mostrar o personagem transitando em um Volvo XC90 sem motorista. A narrativa combina elementos de drama e ação e mostra o avanço científico que as pessoas estão prestes a experimentar.
Essa ideia de futuro, entretanto, está mais próxima do que se pensa. O programa Drive Me, em desenvolvimento pela Volvo é, segundo a montadora, o mais avançado, ambicioso e extenso projeto de condução autônoma da vida real. Ele prevê até 100 carros autônomos nas estradas, movidos por pessoas reais, em tráfego real no decorrer de 2017. O projeto deverá expandir-se para outras cidades do mundo em um futuro próximo. Além do XC90, o filme mostra o sedã grande de luxo S90 dotado da mesma tecnologia.

Nesse contexto, o projeto Drive Me é parte fundamental da Visão 2020 da fabricante: por meio da tecnologia de direção autônoma, nenhuma pessoa deve morrer ou ficar gravemente ferida em um novo Volvo até 2020, além de tornar a vida do motorista menos complicada.

 

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA