Obra prima de papelão

2133

Fotógrafo faz tuning de papelão em carros de desconhecidos

Texto: Tatiana Rudigher
Foto: Divulgação

Parece brincadeira de criança, mas não é. É arte! Em Amsterdã, na Holanda, um fotógrafo decidiu fazer transformações tuning em carros aleatórios estacionados nas ruas com papelão e fita adesiva.

O fato é que Max Siedentopf, fotógrafo especializado em temas urbanos, sai para as ruas de madrugada e faz uma verdadeira personalização em para-choques, spoilers, asas traseiras, dianteiras e outras partes dos carros de desconhecidos.

A sensação de ‘déjà vu’ é inevitável seguindo a linha da prática antiga, influenciada desde 2001 pelo primeiro filme ‘Velozes e Furiosos’ e pelo ‘Need for Speed Underground’ logo em seguida, em 2003.

De acordo com o artista nada é proposital. O fotógrafo apenas fez uma reflexão a respeito de seu trabalho artístico, dizendo que foi motivado pela importância cada vez maior da individualidade, e do status nos dias de hoje. “Por alguma razão, vemos que os carros estão sendo cada vez menos personalizados, ainda que isto pudesse ser uma forma estranha, porém incrível, de auto-expressão. Pensei em fazer um favor às pessoas, dando a elas um ‘super-carro’ feito sob medida”, contou Max à revista Vice.

No entanto, ao lidar com o patrimônio dos outros, Max toma o cuidado de não danificar os carros: ele cola todos os engenhos aerodinâmicos com fita crepe e depois de alguns minutos de trabalho, nasce um novo carro mais agressivo, cheio de upgrades, totalmente customizado e o melhor: com um custo menor. Para quem quer ter um carro tunado e não pode gastar… Para tudo se dá um jeitinho!

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA