Texto: Giovanne Formis Foto: Divulgação 

Modelo virá no próximo ano para o Brasil; avanços acentuam ainda mais o DNA de design e a evolução do cupê esportivo

A Ford apresentou como será o Mustang 2018. O novo modelo tem um visual ainda mais aerodinâmico na dianteira e na traseira. A cabine também traz detalhes visuais aprimorados e de aparência sofisticada. O console central tem costuras aparentes feitas a mão e almofadas de joelho. As maçanetas, aros e instrumentos têm acabamento em alumínio. Os revestimentos dos bancos contam com novos padrões e cores e o painel de instrumentos exibe um emblema Mustang renovado. A chave também tem novo design e o volante oferece aquecimento opcional.

A performance será ampliada com os motores V8 e EcoBoost 2.3 turbo que foram revisados para oferecer mais potência. O ronco do motor do novo Mustang também foi refinado e até esse som pode ser personalizado. A versão GT oferece um sistema de válvula ativa de escape, opcional, que permite variar a potência sonora.

O novo Mustang terá um painel de instrumentos digital totalmente configurável, com tela de 12,3 polegadas e três modos de personalização: normal, esporte e pista. O sistema, chamado Mustang MyMode, conta com função de memória para o motorista registrar suas configurações preferidas, incluindo ajustes da suspensão e da direção e conta com o sistema Forde SYNC 3 e SYNC Connect.

Outras novidades são a transmissão automática de 10 velocidades, a tecnologia de suspensão MagneRide e, opções de personalização com três novas cores da carroceria e 12 tipos de roda.

A chegada ao mercado norte-americano será em setembro deste ano. Em seguida, ganha novos mercados mundiais, inclusive com a previsão de chegada ao Brasil no início de 2018.

 

Related Post

DEIXE UMA RESPOSTA