Estudos apontam que hábitos de motoristas podem gerar racionamento de até 25% em veículos 

Estudos realizados pelos engenheiros da marca mostram que o estilo de direção pode influenciar em até 25% o consumo e o nível de emissões de um veículo. Por isso, reuniram as seguintes orientações para quem quer dirigir de forma mais econômica e sustentável.

Dirija suavemente – A direção agressiva, com excesso de velocidade, acelerações e frenagens bruscas, pode aumentar significativamente o gasto de combustível. Portanto, acelere suavemente, freie mais cedo e procure permanecer na mesma faixa. Estas técnicas também prolongam a vida dos freios e pneus.

Desacelere – Correr desperdiça muito combustível. Dirigir a 90 km/h em vez de 100 km/h pode reduzir em torno de 10% o consumo do veículo. Procure também manter uma velocidade constante. Bombar o acelerador envia mais combustível para o motor e esvazia o tanque mais rápido. Sempre que possível, use o piloto automático na estrada.

Ponto morto – Os motores atuais não precisam de aquecimento. Ligue o carro e parta imediatamente, de forma suave. Ficar com o carro ligado em ponto morto aumenta as emissões e desperdiça combustível. Sempre que for seguro, desligue o motor se for ficar parado por mais de 30 segundos.

Remova o peso desnecessário – Menos carga no porta-malas e na cabine reduz o gasto de energia na aceleração. Tente rodar o mais leve possível, sem esquecer os itens básicos de segurança.

Ar-condicionado – O consumo de combustível aumenta até 15% quando se usa o ar-condicionado em baixas velocidades. Portanto, se não estiver muito quente, prefira a ventilação natural. Mas, acima de 90 km/h, é melhor fechar os vidros e usar o ar-condicionado, porque reduz a resistência ao vento e, com a rotação mais alta, o compressor opera de modo mais eficiente.

Calibre os pneus  Pneus com pressão inferior ao recomendado aumentam o consumo de combustível. Confira a pressão pelo menos a cada 15 dias, também por questão de segurança.

Faça revisões periódicas – Os técnicos da Rede Ford são treinados para verificar também outros itens, como filtros de combustível e velas de ignição, o alinhamento de rodas e inspecionar os sistemas de escapamento e emissões. Juntos, esses cuidados de manutenção e direção podem aumentar em até 25% o rendimento do veículo.

DEIXE UMA RESPOSTA