Se você gosta de personalizar seu carro, para deixá-lo com um visual exclusivo e com as mais atuais tendências da cena “tuning” na Europa, Estados Unidos e Japão, Car Stereo separou algumas sugestões

Se você é da turma dos rebaixados, saiba que a onda são os sistemas hard lines. Se gosta de mudar o visual externo, a tendência de 2017 é o envelopamento com estampas e várias cores.

Veja abaixo as mudanças “mais pedidas” nas oficinas mais importantes do mundo.

20161008-IMG_3800

Quem gosta de ver o carro “colado” ao asfalto tem preferido a utilização de sistemas de suspensão a ar, com bolsas que se enchem e esvaziam com auxílio de um compressor. A novidade é a personalização da instalação com o porta-malas “trunk setup” e os tubos de alumínio ou cobre em linhas rígidas (hard line).

20161209-IMG_5388

Os customizadores apostam nessa tendência. No lugar do preto fosco ou mesmo das cores lisas, alguns carros têm feito sucesso nos encontros e feiras com adesivos estampados, que podem ter várias cores e até motivos como étnicos e tatuagens.

 

IMG_5800

Não basta trocar as rodas originais por modelos de aro maior. Os customizadores identificaram a tendência de dotar o carro de redondas – originais, e não réplicas – extraídas de modelos de luxo de marcas como Mercedes-Benz, Audi e BMW, por exemplo.

20161008-IMG_3598

Outra prática que vem se disseminando no universo da personalização automotiva é o uso de acessórios, sejam internos ou externos, das versões esportivas e normalmente mais raras, dos veículos. Por exemplo, dotar um VW Golf comum com itens da versão R32. Esses itens podem ser desde manoplas e pedaleiras até conjunto óptico, grades e spoilers.

abre

Customizar nem sempre é equipar o carro com um sem número de itens. Muitas vezes, menos vale mais. E isso é feito com a retirada de emblemas, frisos e até maçanetas das portas. Para dar um visual mais limpo – ou “clean” ao possante.

 

Related Post

DEIXE UMA RESPOSTA