Texto: Vitor Giglio
Fotos: Ricardo Kruppa

Transformar o caminhão, seu veículo de trabalho do dia-a-dia, em uma espécie de carro de passeio bastante confortável. Isso era o que o comerciante paulistano Cláudio Bertti Júnior, 37 anos, o Alemão, tinha em mente, quando resolveu modificar por completo seu Mercedes-Benz 1418 1993.

O modelo foi o primeiro de Alemão – que possui outros três caminhões hoje – e foi com que ele que o profissional adentrou o mercado de transportes, 13 anos atrás. O carinho e consideração pelo truck, que o acompanhou ao longo de todo este tempo, foi o motivo principal pelo qual o comerciante decidiu personalizá-lo e, posteriormente, aposentá-lo do trabalho depois de cumprir anos e mais anos de serviços prestados.

“A ideia surgiu três anos atrás.Meu caminhão andava com a traseira muito alta, o que era proibido, e um dia a guarda de trânsito me parou e eu tive o documento retido. Com foi preciso ficar um tempo parado, sem utilizá-lo, já que eu iria precisar regularizar toda a documentação, resolvi esticar um pouco esse período sem ele para modificá-lo por completo”, explica o proprietário.

Estilo gringo

Inspirado nos caminhões de transporte norte-americanos, Alemão solicitou os serviços da empresa Inox Parts, de São Paulo (SP), para substituir diversos componentes da carroceria. A partir de agora, escapamento, tanque, fechamento do chassi, para-lamas e suporte dos para-lamas são de aço inox.

Na parte externa, estes detalhes disputam olhares com a nova pintura, um serviço da loja Careca Pinturas, de São José dos Campos (SP). “Eu queria algo que envolvesse fogo e chamas. A lataria sendo rasgada e as caveiras ficaram por conta do criador, e eu gostei bastante”, admite Alemão.

Fórmula truck?

Um caminhão bastante ágil e agressivo. Essas eram as características que Alemão queria sobrepor quando decidiu modificar as configurações mecânicas originais do truck. E apesar de não ser propriamente um caminhão configurado para corridas, seus atributos não deixam a desejar.

Acessórios de outros caminhões da Mercedes-Benz foram introduzidos sob o capô do bruto, tais como intercooler do 1938, turbina do 2428 e pistão, bico e bomba injetora do 1620.

O eixo-dianteiro recebeu freio a disco e o cardã foi cromado. A suspensão agora é a ar, independente, um serviço realizado parte pela oficina Charada Film e Suspensão e parte pela HChadus. Capas de porcas de plástico enfeitam as rodas. “Ele é muito mais forte que o original. Eu não cheguei a fazer uma medição oficial, mas acredito que tenha chegado perto de ter dobrado de potência”, crava Alemão.

Sofisticado

No interior, a ideia foi apostar no conforto. Painel do modelo Mercedes-Benz 1620 e banco do Actros – revestidos em couro – dão nova cara à cabine. Auto meter e novo teto solar de vidro são outros novos acessórios. Para escutar um sonzinho, um DVD Pioneer e alto-falantes Bomber, nas portas, foram adicionados.

“Eu cheguei a trabalhar com ele durante algum tempo com esta configuração, mas acabei comprando outro caminhão para o trabalho e agora este aqui é só pra passear e viajar com a família”, finaliza Alemão.

Portanto, quando cruzar com o bruto nas estradas por aí, saiba que ele não está mais em serviço, carregando produtos para lá e para cá. O que ele carrega agora é uma família feliz e que anseia por diversão!

Quem fez:

HChadus (11) 2269-1446

Charada Film e Suspensão (11) 2256-3442

Careca Pinturas (12) 7850-3692

Inox Parts (11) 3794-0799

Ficha técnica:

Mercedes-Benz 1418 1993 – Caminhão tuning

Parte externa

Nova pintura personalizada

Acessórios em aço inox

Mecânica

Suspensão a ar

Intercooler 1938

Turbina 2428

Pistão, bico e bomba injetora do Mercedes 1620

Freio a disco

Parte interna

Painel do Mercedes 1620

Banco do Mercedes Actros

Revestimento em couro

DVD Pioneer

Alto-falantes Bomber

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here