Texto: Ademir Pernias       Fotos: Glennon/Divulgação

Um verso do funk “Ela é top”, do funkeiro santista Mc Bola, cai como uma luva a esta F-250. “Ela não anda, ela desfila, ela é top, capa de revista”. A picape, conhecida na região norte do país como F-250 Astronav Trucking, é um projeto conjunto da loja Só Elétrica, de Marabá (PA), e dos fabricantes de amplificadores Taramp’s e de alto-falantes Eros, ambas paulistas. “Este veículo é um dos mais requisitados para shows e eventos aqui na região”, conta Fabrício Mendonça de Oliveira, 30 anos, proprietário da loja e também da picape. Ele conta que a Astronav já viajou cerca de 800 quilômetros, até São Luis (MA), para um “compromisso profissional”. “Em junho, terá de vencer os  700 quilômetros, além de dupla travessia por balsa, entre Marabá e Macapá, capital do Amapá, onde fará um “show”. Além do funk, como o citado acima, fazem parte do “repertório” da Astronav seleções de música eletrônica, como o house, além do melody, também conhecido como brega, e forró. “Tocamos de tudo, depende do público”, resume Fabrício.

Se não bastasse a cabine basculante que abriga o sistema de trio elétrico de 150 mil Watts, a Astronav se impõe pela customização completa a que foi submetida. Por fora, a picape da Ford foi revestida de amarelo, no lugar da tonalidade prata original. “Vi este amarelo em um carro no estacionamento de um shopping e já reservei a cor para quanto montasse a picape”, revela Fabrício. Ele conta que, antes do pigmento amarelo de uma linha especial da Sherwin-Williams, o utilitário foi pintade de branco. As rodas originais de 16” deram lugar a ignorantes redondas de 24”, modelo  501 da Incubus, calçadas por pneus 295/35/24 da Aderenza. O sistema de suspensão é pneumático de 6×6. O para-choque frontal foi modificado e foi criado um spoiler em fibra, que abriga os dois compressores da suspensão. Os faróis foram personalizados com LED’s , bem como as lanternas traseiras. Um estribo da linha 2013 da Bepo também foi agregado ao projeto. Completam o rol de modificações externas o chassi alongado, ponteira cromada de 5” e capota marítima em couro. Todo este trabalho foi realizado pelos profisisonais da Só Elétrica.

Sala de estar

O cockpit teve o painel pintado de caramelo, ornado com peças com acabamento preto fosco. A unidade principal, responsável por comandar o sistema, é um DVD Pioneer de 2 din, instalado no espaço original. Para reproduzir um sonzinho interno, durante as viagens, quatro alto-falantes 6×9” da Pioneer foram acomodados nas portas e nas colunas. A coluna do lado do motorista foi refeita para abrigar os mostradores da suspensão a ar. O volante é um Shutt customizado com couro creme, e os bancos e forros de portas foram revestidos com o mesmo material. Os tapetes são de pelúcia também na cor caramelo.

A caçamba, que se movimenta por controle remoto por meio de um pistão hidráulico, é formada por duas carrocerias da F-250, emendadas, no total de 3,6 metros. Para isso, o chassi da picape foi alongado. Segundo Fabrício, a um simpls toque em um botão no painel, em 3 segudos a caçamba vai do repouso à posição vertical, pronta para a ação.

É na caçamba!

Mas é o paredão de som alocado na caçamba estendida que rende os principais elogios à Astronav. Ali, em um chassi de ferro, está instalada uma estrutura que comporta os alto-falantes responsáveis por um sistema de trio elétrico equilibrado, capaz de reproduzir com qualidade as músicas selecionadas pelo DJ. Uma caixa abriga 24 alto-falantes Hammer 5.2, 12 supertweeters EFT-new, 16 drivers  EFD 252, oito drivers ETD 7200 e oito cornetas EC-7200, todos da marca Eros.

Na parte interior da picape, atrás dos bancos, estão posicionados os amplificadores responsáveis por tocar o sistema, três modelos T50, quatro TS1300, da Taramp’s, e os processadores de sinal: um crossover 4 vias, um crossover três vias e um equalizador DEQ1000, todos da Taramp’s. Para garantir a energia necessária para que o show não acabe, ou pelo menos demore a acabar, entram em cena três carregadores THV10A, um carregador TEF100A, da Taramp’s, 16 baterias de 200 A/H e 4 baterias 100 A/H, da Moura. O cabeamento é integrado por cabos de baterias 95mm e cabos de alto-falantes 10mm. Para a construção da caixa foi utilizado compensado naval de 20mm.

Nos shows dos quais participa, principalmente pela região norte e nordeste do país, não há dúvidas. Ela não anda, ela desfila. E, agora pode ostentar com orgulho: e é capa de revista!

 

Quem fez:

Só Elétrica. Tel. (94) 3321-4600/ www.f250astronav.com

Colaboração: Clayton Peres Galera, técnico de áudio da Eros e Adão Amorim, consultor técnico da Taramp’s.

F-250 2003 Astronav

Som

24 alto-falantes Eros Hammer 5.2

12 supertweeters Eros EFT-new

16 drivers Eros EFD 252

8  drivers Eros EFD 7200

8 cornetas Eros EC-7200

3 módulos Taramp’s T50

4 módulos Taramp’s TS1300

Crossover 4 vias Taramp’s

Crossover 3 vias Taramp’s

Equalizador Taramp’s DEQ1000

3 carregadores Taramp’s THV10 A

Carregador Taramp’s TEF100 A

16 baterias Moura 200 A/h

4 baterias Moura 100 A/h

Cabos de baterias 95mm

Cabos falantes 10mm

DVD player Pioneer

 

Parte externa

Roda 501 Incubus de 24”

Pneus: Aderenza 295/35/24

Suspensão pneumática 1” 6×6 com controle remoto

Pintura personalizada amarelo

Carroceria modificada truck basculante

Chassi alongado

Ponteira cromada 5”

Capota marítima inteiriça

Farol personalizado com LED’s

Lanternas traseiras americanas com LED’s

Estribo Bepo

Espoiler frontal personalizado com

faróis e lâmpadas xénon

 

Parte interna

Bancos de couro

Painel personalizado

Forros de porta

Volante Shutt

Tapete em pelúcia

Manopla Shutt

Coluna com relógios digitais

*Texto publicado na edição 164

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA