Texto: Ademir Pernias
Fotos: Divulgação

Oito etapas em cinco estados das regiões sul, sudeste e centro-oeste fizeram a rodada de junho do selo 101% Eventos. Vamos aos destaques. Em Paraty (RJ), o competidor Carlos Alberto das Neves, da Fort Som, faturou três troféus de primeiro lugar com a maior marca de 151,4 dBs atingida com seu Cerato equipado com Taramp’s e Oversound nas modalidades trio intermediário e profissional até 4 drivers acima de 1”. Em Divinolândia (SP), destaque para Valcir Flausino, da Racing Sound e Tuning, que tocou 153,5 dBs com sua Strada sonorizada com Taramp’s e JBL na trio profissional até 10 drivers acima de 1”. No SPL, destaque para Guilherme Pereira, da Derrubados VGS, com a marca de 151,2 dBs atingida com seu Corsa na modalidade profissional livre. No pancadão, a maior marca foi do competidor Ederson, da Tormento, que cravou 150,1 dBs com sua F250 na modalidade alta voltagem livre.

O evento de Medianeira (PR) contou com a presença de equipes da região, além de DJ’s e paredões. Na linha de medição, destaque para Cleverson Kbelo, da Country Som, com quatro primeiros lugares com a maior marca de 155 dBs atingida com seu Partner equipado com Stetsom e Ultravox na modalidade pancadão picape alta voltagem até 10 falantes.

Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, recebeu etapa do campeonato sul-americano simultaneamente ao campeonato mundial de pancadão. No pancadão sul-americano foram 18 recordes quebrados pela equipe Comando Áudio Som, de Venício Keller, que chegou à marca de 160,1 dBs com seu Master sonorizado com Stetsom na pancadão picape alta voltagem livre. No mundial de pancadão o destaque também ficou para Equipe Comando, com oito quebras de recorde.

Em Aguaí (SP), destaque no trio para Roberto Lisi, da Xplosion, que tocou 168,5 dBs com sua Hoggar sonorizada com Taramp’s na trio profissional livre drive de 1”, e para Valcir Flausino, da Correndo e Sintonização de Som, que fez 153,6 dBs com sua Strada equipada com Taramp’s na trio profissional até 10 drivers acima de 1”. No SPL, destaque para Carlos Henrique Pinheiro, da Xplosion, que tocou 151 dBs com seu Focus equipado com Taramp’s na modalidade intermediária 1×12, e para Diego de Carvalho, da Elite Som, com dois troféus de campeão e a melhor marca de 152,2 dBs atingida com seu Celta na profissional 1×15.

A etapa da 101% em Uberlândia (MG) aconteceu simultaneamente à etapa do campeonato Mundial de SPL (DB Drag Racing), com a participação de um dos carros mais fortes do mundo, do competidor Alan Dante, que conseguiu a marca de 181,2 dBs. No sul- americano, destaque para a marca de 149,1 dBs atingida por David Daniel, da Exclusive, com sua S10 equipada com Soundigital e Ultravox na pancadão picape profissional livre. No SPL, destaque para Daniel da Silva, da Sonzão, com a marca de 154,7 dBs alcançada com seu Corsa na modalidade profissional livre.

Na etapa de Muzambinho (MG), destaque no SPL para Marcos de Sousa, da Sem Dó, com a marca de 136 dBs atingida com seu Gol na modalidade intermediário 1×12, e para Pedro Vasconcelos, que fez 135,2 dBs com sua Saveiro equipada com Taramp’s na trio qualidade de 5 a 8 dispositivos. Por fim, em Mogi das Cruzes (SP), destaque para a dupla Márcio e Kinho, da Arakaki Som, com três primeiros lugares e a maior marca de 157,7 dBs atingida com sua perua Corsa sonorizada com Taramp’s na SPL perua. Confira os campeões das etapas na página 76 e o ranking atualizado em: www.101eventos.com.br

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA