volvo xc90 R-Design híbrido

Avaliação: Volvo XC90 T8 R-Design Plug-In Hybrid

Modelo surpreende pelo acabamento refinado, desempenho surpreendente e pela extensa lista de itens de série

Fotos: Edgar Klein

O Volvo XC90 T8 R-Design é um concorrente fortíssimo para o Range Rover Velar HSE, mas com vantagens importantes: custa R$ 430 mil contra os R$ 487 mil cobrados pelo rival e ainda agrega tecnologias de condução semi-autônoma. Em contrapartida, não tem a mesma vocação para todo o terreno, mesmo tendo tração-integral e boa altura do solo.

Visual e conforto

Avaliamos a versão topo de linha, a T8 R-Design que tem pacote de acessórios baseados na Inscription, mas traz novo pára-choque dianteiro ausência de cromados, rodas de 22 polegadas exclusivas e desempenho de esportivo.

Dentro da cabine o revestimento é predominantemente escuro e o destaque fica para os bancos com couro e Nobuck e no painel que adota fibra de carbono no lugar da madeira.

Motorização

O conjunto híbrido é composto pelo motor 2.0 turbo e supercharger que rende 320 cv que pode trabalhar sozinho ou em conjunto com o motor elétrico de 87 cv. As baterias ficam alojadas na parte central do veículo e, quando em sua capacidade máxima, oferecem autonomia elétrica de 40 km.

Por ser um híbrido Plug-In, é possível recarregar as baterias de duas formas: em tomada 220V ou através do motor a combustão. Somente com o motor a gasolina em funcionamento e com a bateria zerada, o consumo ficou em 9 km/l em ciclo urbano e com trânsito pesado. Na estrada este número subiu para 13 km/l.

Itens de série

A lista de equipamentos é a mesma da versão Inscription, com destaque para o controle de cruzeiro adaptativo com Pilot Assist que freia, acelera e dirige o veículo, inclusive fazendo curvas (quando o sistema consegue ler as faixas de rodagem), sensor de ponto cego que também atua de forma ativa evitando colisões, sistema de som de alta qualidade e fidelidade Bower & Wilkins de 1.400 W com capacidade de reproduzir a acústica da Sala de Concertos de Gotemburgo (Suécia) e sistema multimídia Sensus com tela gigante de 9″ que, além de comandar o sistema de som, comanda tudo o que é customizável, como o ar-condicionado quadri-zone, modos de condução e acesso às funções do veículo.

Veredicto

Só uma coisa incomodou neste carro: os pneus runflat de perfil fino absorvem pouco os impactos das vias e, em locais mais acidentados pode incomodar. De resto, parece até uma heresia, mas os R$ 430 mil cobrados parecem mais do que justo perante o cobrado pelo restante do mercado.

Galeria

Agradecemos ao Shopping PlazaSul por ceder o espaço para a gravação da matéria.

www.plazasulshopping.com.br

You don't have permission to register